Arduino – Escrevendo seu primeiro programa

Agora você deve estar pronto para escrever seu primeiro programa para o Arduino. O primeiro programa que você escreverá, como de costume, será o “Hello World“. Ele enviará o texto para o Serial Monitor. Vamos olhar o programa:

void setup(){
//ativa a comunicação serial, e estabelece a velocidade de comunicação (9600 baud); 
    Serial.begin(9600); 
}
void loop(){
    //envia "Hello World" para a porta serial. 
    Serial.println("Hello World"); 
    // atribui um pequeno delay para repetir a operação (100 milissegundos)
    delay(100); 
}

O que este programa está fazendo? Permita-me explicar. Primeiro nós digitamos um método chamado setup(). Esta é uma estrutura obrigatória no seu programa, mesmo que você não coloque nada entre suas chaves.

Neste programa, nós temos algum conteúdo entre as chaves.

Você perceberá a função Serial.begin(); esta função configura a comunicação serial e a inicializa; dentro dos parênteses nós colocamos o valor da velocidade da transmissão de dados desejada; este valor pode ser qualquer um entre 300 e 115200 e pode variar de programa a programa, dependendo do tipo de dado que você está enviando, e o quão rápido que você quer enviá-lo.

Depois da estrutura do setup(), nós digitamos uma outra estrutura obrigatória, chamada de loop(), que é onde a maior parte do tempo o seu microcontrolador gastará o tempo. A estrutura loop() irá executar as instruções entre as chaves repetidamente.

Neste programa você verá que o programa utiliza a função Serial.println(); esta função é usada para escrever informação na porta serial, além de uma quebra de linha.

O próximo trecho de código no método loop() simplesmente coloca um pequeno delay no programa, de modo que “Hello World” não é mostrado um milhão de vezes por hora.

void loop(){
    //escreve Hello World na porta serial 
    Serial.println("Hello World"); 
    delay(100); 
}

Agora, digite os dois métodos na IDE do Arduino, se ainda não o tiver feito. Após completar o programa, verifique se o Arduino está conectado ao seu computador.

1) Agora, se tudo estiver em ordem, pressione o botão Verify;

2) Nenhum erro deve aparecer, e se assim for, pressione o botão Upload. O seu programa começará a ser transferido para a sua placa;

3) Agora pressione o botão Serial Monitor e você deve ver a frase “Hello World” sendo mostrada repetidamente no monitor serial;

OK, é só isso nesta lição. Espero que você tenha apreciado esta primeira lição de uma série de lições. Se você tiver alguma pergunta, sinta-se à vontade de enviar um comentário no post.

Arduino – Configurando a IDE

Agora que temos a IDE e o software do driver instalados, podemos falar sobre a IDE do Arduino com mais detalhes. A IDE do Arduino é onde você irá escrever, debugar, e transferir deus programas para a placa do Arduino.

A primeira coisa que você verá será uma área em branco; nesta área você digitará seus programas. Agora olhe na parte direita superior da área branca, e você verá alguns botões, que são (da esquerda para direita): Verify, Upload, New, Open e Save. Você usará dois deles neste exercício: 

  • O botão Verify, que garante que seu programa não possui erros de sintaxe; no entanto, ele não checa erros de lógica (falaremos sobre erros de lógica em um artigo adiante); 
  • O próximo botão que você usará será o botão Update; este botão envia o programa para a sua placa do Arduino; ele também verifica se o programa tem erros de sintaxe. 

Existe um outro botão que é muito importante, especialmente para esta lição, que é o Serial Monitor, e está localizado no canto superior direito da IDE (não clique nele ainda, porque não configuramos o modelo da placa e a porta serial). O Serial Monitor permitirá que você envie e receba informações da sua placa do Arduino. Usos comuns para o Serial Monitor são: debug, enviar informações de variáveis para a placa do Arduino, etc… 

Agora vamos explicar como selecionar sua placa e sua porta serial: 

1) Abra a IDE do Arduino (se já não estiver aberta); 

2) Vá em Tools -> Board e selecione a placa equivalente ao seu modelo de Arduino; 

3) Volte para Tools -> Serial Port, e selecione a porta COM à qual seu Arduino esteja conectado.